You are currently viewing Endometriose: sintomas gastrointestinais da doença
Female problems. Adult woman is sitting on a sofa at home and touching her lower stomach while suffering from cramps.

Endometriose: sintomas gastrointestinais da doença

É muito comum a queixa de sintomas gastrointestinais em pacientes com endometriose, os principais sintomas relatados são: cólica, distensão abdominal, constipação, náuseas e flatulências. Continue lendo para entender quais os sintomas e como manejá-los!

A saúde intestinal é um pilar fundamental para o manejo da endometriose, não só para redução dos sintomas gastrointestinais, mas também para melhora da inflamação, dor e melhora da qualidade de vida. 

Isso porque é no intestino que ocorre a maior parte da absorção e uma parte da digestão dos nutrientes, fundamentais para as atividades corporais, principalmente no sistema imunológico. Além disso, o intestino contribui para o equilíbrio hormonal, é nele que ocorre uma parte da metabolização do estrogênio, tanto pela absorção de nutrientes para esse processo, pela eliminação de estrogênio e pela presença do estroboloma, que é o conjunto de bactérias intestinais que secretam enzimas permitindo a recirculação e manutenção do equilíbrio de estrogênio.

Adicionalmente, podemos cuidar da saúde intestinal visando a redução de sintomas gastrointestinais, como cólica, distensão abdominal, constipação, entre outros.

Qual a importância do intestino no manejo da endometriose?

A saúde intestinal é um pilar fundamental para o manejo da endometriose, não só para redução dos sintomas gastrointestinais, mas também para melhora da inflamação, dor e melhora da qualidade de vida. 

Isso porque é no intestino que ocorre a maior parte da absorção e uma parte da digestão dos nutrientes, fundamentais para as atividades corporais, principalmente no sistema imunológico. Além disso, o intestino contribui para o equilíbrio hormonal, é nele que ocorre uma parte da metabolização do estrogênio, tanto pela absorção de nutrientes para esse processo, pela eliminação de estrogênio e pela presença do estroboloma, que é o conjunto de bactérias intestinais que secretam enzimas permitindo a recirculação e manutenção do equilíbrio de estrogênio.

Adicionalmente, podemos cuidar da saúde intestinal visando a redução de sintomas gastrointestinais, como cólica, distensão abdominal, constipação, entre outros.

Estratégias nutricionais para a endometriose e os sintomas gastrointestinais

Primeiro começamos com uma estratégia low fodmap, na qual reduzimos grande parte de alimentos que contenham alto teor de fodmaps, que são carboidratos mais fermentáveis e que, portanto, exigem mais do nosso trato gastrointestinal para serem digeridos, o que leva ao aparecimento de sintomas gastrointestinais. Acompanhamos todo esse processo, para ver a melhora dos sintomas.

Concomitantemente, fazemos o uso de chás digestivos e estratégias dietéticas, como o remolho de grãos, para melhorar a digestão e facilitar a absorção de nutrientes. Ainda, dependendo da gravidade e intensidade dos sintomas podemos fazer o uso de enzimas digestivas.

O segundo passo, é avaliar a melhora dos sintomas e reintroduzir aos poucos os alimentos, identificando quais são aqueles que geram maior desconforto. Podemos fazer o uso de probióticos para auxiliar na regulação da microbiota intestinal.

Acrescentar alimentos ricos em fibras, como psyllium, e linhaça, no dia a dia podem auxiliar na melhora da saúde intestinal, contribuindo para o manejo dos sintomas.

Por fim, uma alimentação natural, rica em antioxidantes, fibras e nutrientes, com baixo teor de alimentos processados e industrializados, de álcool e carne, é fundamental para o tratamento da endometriose e manejo dos sintomas.

Chás com propriedades digestivas

Os principais chás com propriedades digestivas são: gengibre, chá de boldo, de capim limão, hortelã, tomilho, erva-doce e macela. Eles podem ser consumidos antes ou após as refeições, mas preferencialmente antes das refeições para preparar o TGI para receber os alimentos.

Alimentos a serem evitados por quem tem endometriose e sintomas gastrointestinais

É sempre melhor pensarmos no que acrescentar ao invés do que retirar ou evitar. Mas os principais alimentos que podem prejudicar a saúde intestinal são:

  • Alimentos ricos em gorduras saturada: óleo de coco, frituras, salgadinhos
  • Bebidas açucaradas: refrigerantes, sucos em pó ou de caixinha, chás de caixinha, energéticos
  • Álcool
  • Disruptores endócrinos: BPA, agrotóxicos, pesticidas, sempre que possível, comprar alimentos da safra é uma boa estratégia para garantir a redução do consumo de agrotóxicos e pesticidas além da maior oferta nutricional
  • Carne vermelha: além da saúde intestinal, alguns estudos já comprovaram que o consumo de carne vermelha é maléfico para pacientes com endometriose

Tenha um planejamento nutricional personalizado

A nutrição atua como coadjuvante no tratamento de doenças relacionadas à saúde da mulher, como a endometriose, amenizando os sintomas e melhorando a disposição. Na NB Clinic, você encontra profissionais preparadas, que vão auxiliar na melhora da qualidade de vida, por meio de um atendimento integral e personalizado. Agende sua consulta hoje mesmo!

Este post tem um comentário

  1. Hi, this is a comment.
    To get started with moderating, editing, and deleting comments, please visit the Comments screen in the dashboard.
    Commenter avatars come from Gravatar.

Deixe um comentário