Estratégias Alimentares para Redução da Náusea

É normal durante a gestação que a mulher enfrente alguns sintomas, principalmente no primeiro trimestre da gestação. O sintoma mais frequente são as náuseas, aquela sensação de desconforto que afeta…

Continuar lendoEstratégias Alimentares para Redução da Náusea

Cafeína na Gestação

O consumo de cafeína durante a gravidez é um assunto debatido, com riscos associados tanto para a mãe quanto para o feto. Embora recomendações sugiram que até 200mg por dia de cafeína sejam seguros, doses menores podem causar complicações gestacionais e impactar o desenvolvimento fetal. Estudos indicam associações entre consumo materno de cafeína e aborto espontâneo, natimorto, baixo peso ao nascer e até obesidade infantil. A cafeína pode interferir na absorção de nutrientes essenciais e afetar a qualidade do sono da gestante. Recomenda-se evitar a cafeína durante a gravidez, optando por alternativas como café descafeinado e chás permitidos.

Continuar lendoCafeína na Gestação

Lipedema na Gestação

O texto aborda a relação entre o lipedema e a gestação, destacando como a condição pode ser agravada durante esse período devido às mudanças hormonais, ganho de peso, pressão sobre veias e sistema linfático, entre outros fatores. Recomenda-se que mulheres com lipedema conversem com seus médicos para desenvolver um plano de cuidados durante a gravidez, incluindo medidas de autocuidado, como cuidados com a pele, uso de roupas de compressão, dieta saudável e exercícios. Uma dieta anti-inflamatória, rica em antioxidantes, fibras e ácidos graxos ômega-3, é sugerida para promover uma gestação saudável e reduzir o risco de complicações. Orientação personalizada de um profissional de saúde ou nutricionista é fundamental.

Continuar lendoLipedema na Gestação

Segurança Alimentar na Gestação

O texto aborda a importância de evitar certos alimentos durante a gravidez devido ao risco de doenças transmitidas por alimentos (DTAs). Microrganismos como Salmonella, E. coli, Campylobacter e Listeria podem contaminar alimentos crus ou mal cozidos, representando perigos especialmente para mulheres grávidas devido às complicações que podem surgir. Alimentos como ovos crus, brotos, frutos do mar crus, leite e sucos não pasteurizados, carne mal passada e alimentos embalados com ingredientes crus devem ser evitados. Por outro lado, frutas e legumes pré-lavados e pré-cozidos são recomendados como uma opção segura. O resumo enfatiza a importância de escolher alimentos cuidadosamente, seguir as diretrizes de segurança alimentar e garantir a higiene adequada durante a gravidez para proteger a saúde da mãe e do bebê.

Continuar lendoSegurança Alimentar na Gestação